Professores da rede estadual do RN aprovam indicativo de greve e divulgam data para começo da paralisação



Os professores da rede estadual de ensino do Rio Grande do Norte aprovaram em assembleia na tarde desta quarta-feira 2 o indicativo de greve. A decisão foi tomada em assembleia convocada após o governo cancelar uma audiência que estava marcada para às 11h desta quarta-feira, para discutir o aumento de 33,24% no piso da categoria. Há um ato público marcado para a sexta-feira, 4, em frente à Governadoria, na Zona Sul de Natal.

No site oficial do Sindicato dos Trabalhadores da Educação Pública do RN (Sinte-RN), o sindicato afirmou que o motivo do cancelamento da audiência teria sido a abertura dos trabalhos do Legislativo. Agora, o sindicato que representa a classe apontou que a greve está prevista para começar dia 14 de fevereiro, data em que as aulas começariam.

Antes, haverá uma nova Assembleia no dia de fevereiro, às 14h, para avaliar o cenário das negociações.

O Sinte-RN se manifestou a respeito da declaração da governadora Fátima Bezerra, na Assembleia Legislativa (ALRN) voltou a afirmar que pagará o Piso Salarial Nacional do Magistério. No entanto, o sindicato agora questiona quando será implantado o reajuste do piso.

Também faz parte das reivindicações da categoria a inclusão na pauta o plano de carreira dos funcionários, a lei do tempo integral e a lei do porte das escolas.

Agora RN

Postar um comentário

0 Comentários