América FC. Diogo Alves abandona o barco no meio da tempestade

Dizem que Diogo Alves é o federal de Fátima Bezerra - um dos 15.


Diretor do América Futebol Clube, o ex-vereador de São Paulo do Potengi, Diogo Alves deixou o América.

Diogo era o administrador do CT Abílio Medeiros, segundo alguns internautas, Diogo "vigiava" o CT  para evitar a invasão das vacas e cavalos que costumeiramente, um tempo atrás, invadiam o terreno do clube.

Diogo travava uma luta interna no clube com o objetivo de "peitar" a Federação de Futebol. Ele, escancaradamente, em sua conta no Twitter, reclamava da FNF com muita força.

Em tempo: conheci Diogo brincando de política em Natal. Veio de SPP para tentar ser vereador da capital, sentou praça no partido que eu trabalhava e veio cheio de maus costumes do interior. Tomou um choque de realidade, baixou a crista e trocou de partido. Foi brincar de eleição noutro partido.

Em tempo 2: nunca vi política e futebol juntos "dar praia". Participei de umas três aventuras dessas, de misturar futebol e interesses políticos eleitorais. Nunca deu certo. Em 1998 vi gente perder tudo e em 2021 vi gente perder o restinho de credibilidade que tinha nesse jogo. 

Em tempo 3: Diogo, cuide e fale o que você viu de errado na relação clubes/federação. Suas insinuações merecem explicações. Tenha medo não!

Em tempo 4: Diogo parece que vem candidato a deputado federal nessas eleições. 

Em tempo 5: perdeu a cadeira de vereador em SPP, perdeu a eleição de vereador em Natal, perdeu a eleição da FECAM, perdeu pra Nina Souza no grito e perdeu o sonho de ser presidente da FEDERAÇÃO DE FUTEBOL. Seus amigos de clube não corroboraram com essa pretensão.

Em tempo 6: quem teve 1.030 votos pra vereador, numa campanha grande, não pode querer cantar de galo no meio do futebol potiguar. Foi engolido pela competência alheia. 

Em tempo 7: êpa, ia esquecendo. Diogo venceu a eleição interna no América para prefeito do CT. Nem só de derrotas vive Diogão!

Postar um comentário

0 Comentários