Ama, mas deixa! Dr. José Medeiros deixa o América

Dr. José de Medeiros, segundo da esquerda para a direita, deixa o clube rubro.


Nota do médico e abnegado dirigente americano sobre a sua saída do clube.

"Não, não estou me referindo a decisão da diretoria do América Futebol Clube em abandonar nossa casa para cair novamente nos braços e humores dos responsáveis pela Arena das Dunas, afinal manda quem pode e foi legitimamente eleito para isso.

Refiro-me aos escritos do poeta alemão J.W.Goethe em Máximas e relexões - "Um grande erro crer-se mais importante do que se é ou estimar-se menos do que se vale". Diante disso reconheço que, apesar de toda luta e orgulho em ver nossa Arena América repleta de peles vermelhas, minha opinião não teve relevância e muito menos foi ou será a mais importante. Por outro lado, também nunca sofri de baixa estima para engolir calado a decepção da forma esquiva que foi tomada tal decisão.

Por fim, reitero meu amor incondicional ao América Futebol Clube, desejando todo o sucesso para os que ficam.

Em tempo: Dr. José Medeiros se refere na nota sobe a decisão da diretoria executiva do clube em não mandar seus jogos na Arena América.

Em tempo 2: a quem beneficia uma decisão dessas? Financeiramente é melhor pagar aluguel de campo? A Arena do Dragão tem sido desfavorável ao clube rubro? Quantos jogos o mecão fez, quantas vitórias e derrotas no próprio estádio? 

Em tempo 3: segundo soube, o treinador Renatinho é quem não quer jogar na própria casa. Qual o motivo, torcedor?

Um grande erro - acesso à nota no blog do autor.

Postar um comentário

0 Comentários