CPI da Covid conclui trabalhos pedindo indiciamento de Fátima Bezerra e outros 11

Cipriano assumiu sozinho, não quis "DEDURAR" a chefe, mas Kelps Lima, Gustavo Carvalho e Getúlio Rêgo votaram pelo indiciamento dos dois.

No último dia de debates sobre alterações no relatório de Francisco do PT na CPI da Covid do Rio Grande do Norte, os deputados indiciaram a governadora Fátima Bezerra.

O presidente da CPI, Kelps Lima, afirmou ser “altamente improvável que a decisão de transferência de recursos (para o Consórcio Nordeste) fosse feito sem a autorização expressa da governadora Fátima Bezerra”. Em depoimento, o secretário de saúde do RN, Cipriano Maia, disse que a decisão da transferência foi exclusivamente dele, diante do prazo de 12 horas para o pagamento que foi dado.

A fala de Kelps é sobre os R$ 4,8 milhões pagos através do Consórcio Nordeste à empresa Hempcare na compra frustrada de respiradores durante a pandemia da covid.

No último contrato apreciado pela CPI da Covid da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, os deputados aprovaram voto divergente ao do relator Francisco do PT em relação à compra de respiradores pulmonares pelo Consórcio Nordeste e pediram o indiciamento da Governadora Fátima Bezerra (PT), do secretário estadual de Saúde Cipriano Maia, além do Governador da Bahia e presidente do Consórcio Nordeste, Rui Costa, além de outras nove pessoas entre servidores do Consórcio, intermediadores e empresários, pela compra frustrada de respiradores pelo Consórcio.

Kelps Lima, Gustavo Carvalho e Getúlio Rêgo votaram pelo indiciamento da governadora, enquanto Francisco do PT e George Soares foram contra.

Fonte: Portal Grande Ponto e Tribuna do Norte

Postar um comentário

0 Comentários