Redação 87. Fátima Bezerra convida Adjuto Dias para ser seu vice

O advogado e apresentador do programa Redação 87, da rádio Sátélite FM de Natal, Fausto Cunha, disse agora a pouco que na noite de ontem, num encontro entre a governadora e o prefeito de Natal, Fátima fez o convite para que Adjuto Dias, filho de Álvaro, compusesse a chapa como vice-governador dela.

A chapa ficaria assim: Fátima para o governo, Adjuto Dias de vice, Carlos Eduardo para o senado e Fábio Faria de 1º suplente de senador. 





Carlos Eduardo seria candidato a prefeito de Natal do grupo em 24, assim sendo, em caso de eleição, Fábio assumiria o tão sonhado mandato de senador. Seria a repetição do que ocorreu com Jean Paul Prates.

Em tempo: Fábio Faria traíria Bolsonaro, todos dessa chapa fortaleceriam a candidatura de Robinson Faria para deputado Federal (se a justiça eleitoral deixar). Seria assim.

Em tempo 2: Rogério Marinho ficaria isolado, pois Carlos Eduardo é a "última pedra do bizaco". É o nome que vai decidir os rumos das candidaturas majoritários no ano que vem. 

Em tempo 3: a chapa do lado de Rogério teria que retomar a ideia de Benes Leocádio para governador e ele para o senado. Seria o que restaria.

Em tempo 4: Álvaro trocaria a grande parceria com o Governo Federal por um sonho de emplacar o filho futuro governador? É, caso esse parceria se concretize, Fátima renunciaria em abril de 2026 para se candidatar ao senado, deixando o filho do prefeito como governador do RN.
Fausto Cunha deu a notícia agora a pouco, no Redação 87 da Satélite FM

Em tempo 5: não duvidem das ideias de Fátima. Quem foi professora (sem sala de aula), sindicalista e virou governadora do RN, não duvidem do seu poder de persuasão. 

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Com todo o respeito ao jornalista Fausto Cunha da 87fm mais ele pirou completamente nessa chapa heheheh Fábio Farias como 1 suplente de Carlos Eduardo apoiando a reeleição de Fátima um o filho de Álvaro Dias. Essa aí foi longe🤣🤣 achismo não deve ser levado a sério por isso. Por isso as rádios comunitária ainda fazem um jornalismo amador baseando em fofocas.

    ResponderExcluir